quarta-feira, 6 de junho de 2018

O Brasil sitiado


O país encontra-se parado por conta da greve dos caminhoneiros, que já completou a sua primeira semana e não tem prazo para terminar. Vivemos o caos diante da falta de combustíveis e da escassez de gêneros alimentícios e outros insumos de primeira necessidade, inclusive para o atendimento de demandas hospitalares. Desacreditado, o governo vê suas propostas irem pelo ralo a cada tentativa de uma composição para pôr fim ao movimento.

Desde o ano passado o governo sabia dos propósitos dos caminhoneiros de fazer um amplo movimento reivindicando melhorias para a categoria, como diminuição do preço do óleo diesel, e nada fez para evitar este desfecho. Deu no que deu, para o desespero de toda a sociedade brasileira.

A quem atribuir a desordem que vivemos hoje? Aos caminhoneiros? Ao Governo? Se é verdade que a corda arrebenta sempre do lado mais fraco, então os caminhoneiros seriam apontados como os responsáveis. Mas os tempos são outros. A população já não aguenta mais os discursos vazios e as trapalhadas de um governo que faz e acontece calcada num percentual de único dígito de apoio popular. De um governo que, convenhamos, se instalou ingressando pela porta dos fundos.

Numa única semana, os combustíveis tiveram aumentos por cinco dias seguidos, numa espécie de tapa na cara de cada brasileiro. Quem aguenta isso, sabendo que os combustíveis são a base da composição de preços de absolutamente todos os produtos? O governo justifica-se apontando os custos internacionais do petróleo, esquecendo-se de que o pré-sal é nosso.

Assim, a pauta de reivindicações dos caminhoneiros vem ao encontro das aspirações populares, somando-se e fortalecendo-se mutuamente. O que antes era a luta por benefícios de uma categoria isolada, agora passou a ser um enfrentamento compartilhado por todos, com objetivos e necessidades igualmente comuns.

A esta altura dos acontecimentos, por mais que o governo ceda, os manifestantes se mostrarão impassíveis. Viram que a força está do seu lado e querem pisar fundo o acelerador. O fim disso tudo parece ser a renúncia do presidente diante da perda de legitimidade para governar, ou sua deposição por forças militares, conforme apregoam por aí.

Ao fim desta crise, depois de se contabilizarem as perdas, teremos um imenso trabalho de reconstrução, que demandará sacrifícios e muita paciência. Por hora, resta-nos ficar apreensivos, pois vemos que insistem em armazenar combustível cada vez mais próximo das labaredas.


OBS - Texto publicado em forma de editorial no jornal A Melhor Idade, editado na cidade de Caraguatatuba-SP.

Gilmar Mendes, o destranca-cela...

Gilmar Mendes... Que péssimo exemplo para o país esse ministro do STF vem dando seguidamente. 

Em apenas 20 dias, mandou soltar 19 presos contra os quais pesavam seriíssimas denúncias de corrupção, precisamente desvios de dinheiro público -- ou seja, roubalheira do dinheiro que o povo paga com sacrifícios em forma de impostos dos mais variados matizes.

Até quando esse infeliz vai continuar infelicitando a vida dos brasileiros, permitindo que ladrões ganhem a liberdade e estejam em condições favoráveis para roubar ainda mais? O que é pior, levando a desesperança a um povo que não mais acredita nas instituições?

Quando as instituições democráticas apregoam a própria falência por atos e ações de pessoas como a do  ministro Gilmar Mendes, sabem o que vem depois?

Pois é. Nem é bom dizer. Mas uma coisa garanto: é bicho feio...

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Bagres mortos oferecem perigo na praia do centro

Centenas de bagres mortos e já em estado de decomposição apareceram na praia da frente, ameaçando a integridade física de banhistas e daqueles que inadvertidamente caminham pela praia.
O fato é grave, principalmente para uma cidade que se orgulha de sua vocação voltada para o Turismo. Uma ferroada de bagre, ainda que morto, é das mais doloridas, provocando febre e risco de alguma infecção e até mesmo contaminação.
Um turista que tenha o desprazer de pisar no ferrão de um bagre vai amaldiçoar até a última geração daqueles que, responsáveis por cuidar das praias, se omitem no trabalho de limpeza.
As fotos, feitas nesta quarta-feira, 8/11/17, às 16h, mostram os peixes mortos bem defronte da estátua de Iemanjá, no centro da cidade, exalando forte mau cheiro e servindo de banquete aos urubus.
Certamente, o responsável ou responsáveis por atirar os peixes naquele local público jamais serão encontrados para serem devidamente punidos. Possivelmente, trata-se de pescadores amadores que passaram rede no local e, apanhando muitos bagres, resolveram descartá-los ali mesmo.
Isto, contudo, não afasta o dever dos setores públicos de mandarem, DE IMEDIATO, limpar o local e determinar fiscalização mais rigorosa para que fatos deprimentes como esses não se repitam.

Afinal, Caraguatatuba é uma cidade turística e como tal deve ser gerenciada. Ninguém, em sã consciência, deseja matar a própria galinha poedeira de ovos dourados.

Concessionária Tamoios apresenta seus Programas Ambientais para especialistas

Evento ocorrido na Univap foi a 2ª iniciativa desse gênero promovida pela empresa

A Concessionária Tamoios realizou nesta quarta-feira (08/11), o 2º Workshop de Programas Ambientais. O evento foi realizado no Auditório da Univap, em São José dos Campos, reunindo especialistas e Partes Interessadas em torno de temas relacionados aos programas, ações e atividades realizados pela Concessionária Tamoios para a execução das obras de duplicação do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios. A abertura contou com o Presidente da Concessionária Tamoios – Marcelo Stachow, o Reitor da UNIVAP – Jair Candido de Melo e o Presidente da Fundação Valeparaibana de Ensino – Professor Eduardo Bastos.

Entre os assuntos abordados ressaltam-se o Controle Ambiental das Obras, Resgate da Fauna e Flora, Arqueologia, Monitoramento da Qualidade da Água, Fauna e Flora e o Plantio Compensatório. O público participou com debates e trocas de experiências que, ao final, culminaram em conhecimento, esclarecimento e sugestões de melhorias.

Participaram do evento os seguintes órgãos e entidades: Secretaria do Meio Ambiente do Estado, Artesp, Fundação Florestal, Cetesb, DeFau, ICMBio, IBAMA, Jambeiro, Paraibuna e Caraguatatuba, GAEMA de São Sebastião, Rádio SP Rio, JGP Gestão Ambiental, Construtora Queiroz Galvão, Univap e Corredor Ecológico. A proposição do debate com essas Partes Interessadas reforça a transparência das ações empreendidas pela Concessionária e seu comprometimento com a preservação do meio ambiente da região onde atua.

Segundo Flávio Café, Gerente de Meio Ambiente da Concessionária Tamoios, “o workshop teve especial importância para a convergência de propósitos entre todos os envolvidos, que é a geração de informações para o monitoramento e a preservação do meio ambiente durante a realização das obras”.

Esta é a segunda edição do workshop. A primeira foi realizada no dia 25 de julho de 2015, antes do início das obras. Com essa iniciativa, a Concessionária Tamoios desenvolve uma relação de confiança e transparência com os órgãos ambientais, autoridades e Sociedade Civil.

PAT de Caraguatatuba divulga novas vagas - 08 nov 2017

PAT de Caraguatatuba divulga novas vagas - 08 nov 2017
Segue abaixo as vagas de emprego disponibilizadas pelo Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) de Caraguatatuba. Todas estas vagas estão cadastradas no site da Prefeitura, setor “Serviços ao Cidadão”.
O interessado deve apresentar os documentos pessoais (RG, CPF, CTPS e PIS) no PAT ou no Poupatempo.
Ocupação
Nº Vagas
Nível de instrução
Exige experiência (em meses)
Região
Acabador de mármore e granito
1
Fundamental completo
06
-----
Ajudante de padeiro
1
Médio completo
06
-----
Assistente de vendas
1
Médio completo
05
-----
Assistente de vendas (irá trabalhar em Ubatuba)
1
Médio completo
05
-----
Atendente balconista
1
Médio completo
06
-----
Auxiliar de escritório
1
Superior cursando
06
-----
Auxiliar financeiro
1
Superior completo
06
-----
Açougueiro
1
Fundamental incompleto
06
-----
Camareira
2
Médio completo
06
-----
Caseiro
1
Fundamental completo
06
-----
Chapeiro (Calheiro)
1
Fundamental completo
06
-----
Chefe de máquina – no transporte marítimo
1
Médio completo
06
-----
Churrasqueiro
1
Fundamental incompleto
06
-----
Colorista (fabricação de tinta)
1
Fundamental completo
06
-----
Cozinheiro
3
Fundamental completo
06
-----
Eletricista (possuir moto própria)
1
Fundamental completo
06
-----
Eletrotécnico (supervisor)
1
Técnico
06
-----
Empregado domestico (dormir no local)
1
Fundamental completo
06
-----
Empregado domestico
1
Fundamental completo
06
Norte
Farmacêutico
1
Superior completo
06
-----
Instalador de painéis (possuir CNH AB)
1
Médio completo
05
-----
Marinheiro de convés
1
Fundamental completo
06
-----
Mecânico de automóveis
1
Médio completo
06
-----
Montador de móveis (possuir moto própria)
1
Médio completo
06
-----
Motorista de caminhão guincho (CNH A/D ou A/E)
1
Fundamental completo
06
-----
Oficial de manutenção (possuir moto própria)
1
Fundamental completo
06
-----
Operador de empilhadeira
1
Fundamental completo
06
-----
Pizzaiolo
1
Fundamental completo
06
-----
Promotor de vendas
2
Médio completo
06
-----
Promotor de vendas (possuir veículo próprio)
1
Médio completo
06
-----
Recepcionista atendente
1
Médio completo
06
Sul
Técnico em radiologia
1
Técnico
06
-----
Vendedor de comercio varejista
1
Médio completo
06
-----
Vendedor de consórcios (possuir veiculo próprio)
1
Médio completo
06
-----
Vendedor interno
1
Médio completo
06
-----
Vendedor pracista
2
Médio completo
06
-----

As vagas possuem perfis específicos com relação à experiência, escolaridade, entre outros, podendo sofrer variações e não estarem mais disponíveis se atingirem o limite máximo de encaminhamentos, ou ainda, em caso de encerramento pelos empregadores que as disponibilizaram.
O Posto de Atendimento ao Trabalhador de Caraguatatuba (PAT)  tem como objetivo promover oportunidades de emprego e inserção no mercado de trabalho e não oferece informações sobre vagas por telefone, detalhes sobre as vagas somente pessoalmente no local.
Serviço:
O posto funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A distribuição de senhas de atendimento é feita diariamente até 16h30.
O PAT está localizado na Rua Taubaté, 520, bairro Sumaré. O telefone é (12) 3882-5211.