sábado, 17 de dezembro de 2016

Deu no G1: Risco de desastre por ressaca ou tornado no litoral norte é descartado

Alerta de ressaca extrema, noticiado em rádio, gerou pânico na região. Órgãos que emitem alertas de cenário de catástrofe negam possibilidade

O risco de um desastre causado por uma ressaca no litoral norte de São Paulo foi descartado pela Marinha e pela Defesa Civil do Estado de São Paulo nesta quinta-feira (15). Um alerta de ressaca, noticiado nesta semana por uma rádio da região, gerou pânico entre os moradores. Os órgãos informaram que há risco apenas de agitação no mar durante o fim de semana.

Simultaneamente ao alerta equivocado de desastre, um boato de que um tornado atingiria a região nos próximos dias se espalhou pelas redes sociais. A possibilidade também foi negada pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec).

A Defesa Civil do Estado de São Paulo negou qualquer risco de cenário catastrófico ou evento extremo no litoral para este final de semana. Por nota, disse que a previsão para este fim e semana é que haja nebulosidade, com chuvas fracas de forma recorrente, mas sem acúmulos elevados. 

A partir desta sexta-feira (16), o mar deve ficar um pouco agitado no litoral norte de São Paulo com chances de ondas entre dois e três metros de altura, "com risco moderado de ressaca nos períodos de maré alta". O órgão informou que não tem a informação de eventos considerados extremos no mar para os próximos meses.

A Marinha do Brasil também informou que há apenas um aviso de ressaca que vai até às 22h desta sexta-feira (16), com ondas de até 3 metros de altura no litoral norte. Segundo eles, nesta altura é considerado um fenômeno 'corriqueiro'.

Plano
O alerta de risco de desastre ocorreu em uma rádio em Caraguá em um programa que contou com a participação da Defesa Civil da cidade. A Prefeitura de Caraguatatuba admitiu que o anúncio de uma possível 'tragédia' foi equivocado e garantiu que não há risco de tsunami, minitsunâmi, maremoto ou tornado na cidade.

O município informou que fez um plano preventivo para ressacas, além de um plano preventivo de Defesa Civil para inundações e escorregamentos, como acontece anualmente. O plano é de prevenção e não indica que haja risco de evento extremo. No entanto, a ocorrência de ressaca pode acontecer de forma moderada.

"O Plano inclui monitoramento de dados pluviométricos, previsão meteorológica, vistorias em encostas, bem como pela mitigação de riscos através da remoção das pessoas residentes ou instaladas nessas áreas e abrigo das famílias que se encontrem ameaçadas, além de especial atenção às áreas onde ocorrem alagamentos e inundações, devido à ressacas e maré alta", diz trecho da nota da prefeitura.

Cemaden
O Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais, do Ministério de Ciência, Tecnologias, Inovações e Comunicações (Cemaden), informou que os boatos são falsos e que eles nunca divulgaram a informação sobre a ressaca ou o tornado.

O órgão informou que só pode emitir alerta para desastres de inundação e de deslizamento. Mesmo assim, não há nenhuma previsão para os próximos meses destes eventos. O último alerta divulgado por eles foi no dia 23 de março, que haveria chances de ter deslizamento e inundação, o que não ocorreu nesta época.

Tornado
O Cptec afirmou também que é boato o risco de tornado no litoral norte de São Paulo. "É uma informação equivocada, não há qualquer ciclone, furacão ou tornado formado ou em vias de formação e nem previsão", diz trecho da nota.

CLIQUE AQUI para ver a publicação no seu original, publicado em 16/12/2016, às 07h46, e atualizado em 16/12/2016, às  08h23 - FONTE: G1

0 comentários:

Veja também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

IMOBILIARIA

IMOBILIARIA
Sempre um bom Negócio - Corretores Credenciados - A Maior Variedade de Imóveis